terça-feira, 9 de abril de 2013

RIO SCENARIUM INICIA COMEMORAÇÃO DO DIA DO CHORO COM O GRUPO TARUÍRA

Sexteto faz a happy hour de terça a quinta-feira
Cada vez mais rara no Rio de Janeiro, uma rica tradição musical carioca vai ganhar novo fôlego no Rio Scenarium: a roda de chorinho. Na semana que antecede o Dia Nacional do Choro – comemorado em 23 de abril, data de nascimento de Pixinguinha -, o grupo petropolitano Taruíra faz a happy hour de terça (16), quarta (17) e quinta- feiras (18), a partir das 19h, com um repertório dedicado ao resgate do gênero.

O show passeia por diversas vertentes da música brasileira, mas o destaque dessas apresentações especiais será das grandes composições do flautista e saxofonista referência para os “chorões”. “Seu Lourenço no vinho”, “Cochichando”, “Lamento”, “Sofres porque queres”, “Displicente”, “Ainda me recordo”, “Choro de gafieira” e “Carinhoso”, de Pixinguinha, já integram o repertório do grupo com arranjos próprios e ganham releituras com a irreverência do Taruíra.

Em Petrópolis, o sexteto se tornou referência de chorinho. A roda promovida pelo grupo começou há cinco anos como um encontro de músicos ao ar livre e rapidamente se popularizou, atraindo público de centenas de crianças, jovens e idosos, além de convidados musicais, a cada evento.

Através da Lei Rouanet de Incentivo à Cultura, o Choro nas Praças foi expandido a outros locais da cidade, passando a fazer parte do lazer e da formação cultural dos petropolitanos, e fomentou o apoio dos órgãos públicos e da iniciativa privada. Atualmente, a roda é realizada pelo grupo de forma independente.

O motivo da popularidade é a deliciosa mescla de referências do Taruíra, que une o choro ao samba e ao jazz, passando pela bossa nova e pelo baião. Suas variadas facetas se traduzem nas múltiplas linguagens dos ritmos brasileiros e latinos, sempre com arranjos próprios, improvisos e solos cheios de personalidade. Nada como uma palavra genuinamente brasileira para dar nome ao sexteto, hoje um dos mais conceituados expoentes do chorinho contemporâneo na região serrana.

Formado por Breno Morais (sax soprano e flauta), Carlos Watkins (sax tenor), Guto Menezes (cavaquinho e viola caipira), José Roberto Leão (violão de sete cordas), Leandro Mattos (pandeiro) e Yuri Garrido (bateria), o Taruíra completou 10 anos em 2012. Músicas de seu primeiro CD, lançado em 2007, e composições próprias presentes em seu DVD “Nas nuvens” – entre elas “A pasta do Carlinhos”, finalista do concurso das rádios públicas do estado do Rio na categoria de melhor música instrumental – também estarão no repertório do Taruíra, que se apresenta pela primeira vez no Rio Scenarium.

Homenageando outros grandes compositores da nossa música – Jacob do Bandolim, Waldir Azevedo, Ary Barroso, Severino Araújo e Moacir Santos, entre outros -, o Taruíra faz uma mistura brasileiríssima que coloca o público para dançar, unindo até Luiz Gonzaga a Maurice Ravel em seu “Bolero” e a Beatles em um arranjo único para “Ticket to ride”.

Serviço
Taruíra
Data: 16, 17 e 18 de abril (terça, quarta e quinta)
Horário: 19h
Local: Rio Scenarium
Endereço: Rua do Lavradio, 20 – Centro Antigo – Rio de Janeiro/RJ
Reservas: (21) 3147-9000
Entrada: R$25
Classificação: 18 anos

Nenhum comentário:

Postar um comentário